quarta-feira, 10 de junho de 2009

Feliz Dia dos Namorados II !!!

O segredo de um casamento feliz!!!

Certa vez, uma equipe de cientistas e pesquisadores resolveu descobrir qual era o segredo para se ter um casamento feliz e cheio de amor.
Depois de um árdua procura em diversos lugares e países, chegaram a uma pequena cidade do interior.
Lá descobriram um casal de idosos, que segundo testemunhas da região, era o casal mais feliz que eles tinham visto.
Pois já tinham cinqüenta anos de casados, e ainda parecia um casal de namorados.Então levaram os dois, cada um para uma sala.
Perguntaram para aquele senhor :
- Seu Zé, qual é o seu segredo para um casamento tão feliz, estável e cheio de amor?Aquele senhor da sua maneira simples respondeu:
- Meus filhos, é muito fácil e eu vou lhes contar.
Todos os dias nos levantamos bem cedo, e enquanto ela passa o café eu vou à padaria, compro um daqueles pães compridos e levo para casa, já na mesa eu pego a parte do pão que eu mais gosto, aquela da ponta, a mais torradinha e crocante, corto e dou para ela só para poder agradar.
Em outra sala fazem a mesma pergunta para Dona Maria, e ela responde:
Meus filhos, é simples demais e eu vou falar.
Todos os dias nos levantamos bem cedo, e enquanto eu passo o café ele vai a padaria, compra um daqueles pães compridos e traz para casa, já na mesa, sabe aquela parte do pão?
A da ponta, a mais torradinha e crocante?
Pois é, essa parte do pão que eu detesto, mas ele corta todos os dias e me dá e eu aceito só para poder agradar.

Feliz dia dos Namorados!!!

AMOR NO CASAMENTO:

Hoje, é comemorado o Dia dos Namorados.
Esta data será cercada de romantismo entre os casais.
Muitos comemorarão esta data com um passeio, um jantar em algum restaurante, dando e recebendo presentes, etc.
Muitas juras de amor serão trocadas, nada de mal há nisso, mas e o amor no casamento, como está? Vivemos dias em que o modelo de família estabelecido por Deus, tem sido combatida dia a dia, tornando-se alvo do inimigo de nossas almas, que tem insistido em se utilizar de seus ardis. Diante disso, creio que no Dia dos Namorados precisamos repensar o amor conjugal que leva à formação da família e ainda na importância da preservação e incremento desse amor.
O amor conjugal precisa ser uma união de todos os tipos de amor.
Tem sido muito enfatizada a necessidade do romantismo. De fato, é muito importante que se reavive o romantismo do casal.
Entretanto, creio que é ainda mais importante que se reavive o amor sacrificial do casal, o amor de Deus, o amor que está escrito na bíblia, a palavra de Deus (I Co 13:4,7).
As escrituras nos mostram em relação ao marido:
"Maridos, amai vossa mulher, como Cristo amou a Igreja e a si mesmo se entregou por ela,...". (Efésios 5:25).
Com relação à esposa: "...a fim de instruírem as jovens recém casadas a amarem ao marido..." (Tito 2:4).
Fica claro pelo que as Escrituras dizem que é esperado que marido e esposa se amem com o amor de Deus, o amor sacrificial, o amor que é mais atitude que sentimento.
Este amor fará com que o casamento seja sólido e vença os momentos em que haja falta de romantismo; dessa forma, haverá muito mais disposição para o romantismo, pois é muito mais fácil querer agradar, presentear e desfrutar da convivência romântica de nosso cônjuge quando nos sentimos amados sacrificialmente por ele, vemos o seu esforço, a sua dedicação para o bem da família, como recomendado biblicamente.
Busquemos em Deus termos atitudes de amor, servindo ao nosso cônjuge, sacrificando-nos por ele, depois, então, sejamos românticos em nossa relação com ele.
Cremos, desta forma, que estaremos cumprindo o propósito de Deus para a família.
Que Deus abençoe os casais do Bairro Castelo Branco e de toda a nossa região do Seridó, e ainda dos casais cristãos do mundo todo! Sacrifiquem por quem vocês amam.
Fiquem na Paz e no Amor do Senhor Jesus Cristo!
“Deus é amor” Autor: Pastor Romualdo de Souza Corrêa (Campinas-SP) Compilado e adaptado pelo Pb. Luiz Henrique, servo do Senhor na Igreja Assembléia de Deus(Missões) em Caicó-RN, dia 12 Jun 07

A História da Criação!

Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. Gênesis 1:31a

Porque será que Deus se sentiu assim? Dizendo: Tá bommmmmm!!!! Deus disse isso, depois de preparar o nosso planeta em seis dias, deixando-o bem arrumadinho... ah... no sétimo ele descansou.
Mas...vamos ver como tudo começou??
Primeiro, Deus criou os céus e a terra... Mas... ela ficou sem forma e vazia... Não tinha nada, só água para todos os lados e ainda por cima... estava escura...
Vamos fechar os nossos olhos e ver como ela estava?
Escura... Qual a sensação de ficar no escuro? acho que ninguém gosta, né? Deus também não gostou, nadica de nada.
E como Deus gosta das coisas boas e bonitas, Ele disse: HAJA LUZ. E HOUVE LUZ. Ficou claro. Deus gostou... oba... isso é bom... Então Deus separou a luz do escuro. Chamou a luz de dia e a escuridão de noite.


E foi o primeiro dia.

Mas... ainda não estava legal... era só água. Então Deus pôs firmamentos na água e separou um espaço entre eles. Deus chamou a parte de cima de céu e a parte de baixo mar. Tudo tem que ter limites, né? Foi ai que Deus começou a colocar limites, bases... Para que as coisas funcionem direitinho, tenham limites, obedeçam seus limites.

E foi o segundo dia.

Opa... Já tá melhorando... mas é ruim só pisar na na água, né? brrrrr... precisa de uma terrinha seca. Já pensou vocês perdidos na imensidao do mar? Eu??? nem pensar... Então Deus, que gosta das coisas lindonas, falou:
Apareça a terra seca. Ufa... agora já tinha terra... sequinha... e olhe que mais
Que na terra seca cresçam plantas e árvores.


E foi o terceiro dia.

Bom... Deus já tinha criado o dia e a noite, mas faltava um toque especial. Então ele criou o sol, bem bonito, quentinho e luminoso. Ah... Esse seria para iluminar o dia. E criou também a lua, prateada, discreta, mas muito linda também. Essa era para iluminar as noites. E ele também fez as estrelinhas. Um montão delas. E o céu ficou tão bonito.

E foi o quarto dia.

Mas... estava tudo tão vazio ainda. Então Deus fez os pássaros para sobrevoarem os céus. Pássaros coloridos, alegres e voadores. Eles pousavam nas árvores. E agora o nosso planetinha estava ficando mais colorido e alegre com o canto das aves. Mas... e os mares? Estavam tão vazios.. Então Deus fez os peixinhos, peixes e peixões. Coloridos, pequenos, grandes, médios, que nadavam pelos rios e mares. Ficou tão bonito...

E foi o quinto dia.

Hum... mas ainda faltava alguma coisa... Daí Deus fez os animais. Eram tantas espécies diferentes. Animais domésticos, animais selvagens. Animais de pescoço comprido, pescoço curtinho... Enfim... muitos animais. E por fim... Deus criou o homem, bem parecido com o próprio Deus.
E foi o sexto dia.
Quando Deus terminou tudo... Olhou para o nosso planetinha e olhe só o que aconteceu:
Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom.
Puxa!!! Deus gostou mesmo disso tudo que Ele criou. Ele ficou muito feliz.


E no sétimo dia Ele descansou.